Skip to content

Medos Privados em Lúgares Públicos (Coeurs)

06 / maio / 2010

Utilizando diversos artifícios para retratar a solidão e o isolamento, o filme conta as relações efêmeras de seis personagens. Todavia, não justifica os inúmeros elogios que recebeu.

Avaliação: bom

O longa-metragem Medos Privados em Lugares Públicos (Coeurs, França/Itália, 2006) do experiente diretor francês Alain Resnais recebeu inúmeros elogios, estando em cartaz no cinema Belas Artes, de São Paulo, há quase três anos. Exageros à parte, o filme é bom, mas talvez tenha sido excessivamente exaltado por toda a áurea existente sobre o diretor de quase noventa anos de vida.

Thierry (Andre Dussolier) e Nicole (Laura Morante)

A trama é a seguinte: passando-se em Paris, Thierry (Andre Dussolier) é um corretor de imóveis solteiro que procura um apartamento para o casal em crise Nicole (Laura Morante) e Daniel (Lambert Wilson). Daniel está desempregado e refugia-se nas bebidas, passando grande parte do dia contando seus problemas para o barman Lionel (Pierre Arditi). Este último contrata a cristã Charlotte (Sabine Azéma), colega de trabalho de Thierry, para cuidar de seu pai doente, mas não sabe que ela esconde fantasias eróticas. Thierry também é irmão da solitária Gaëlle (Isabelle Carre), caçula que inicia um romance com Daniel, numa de suas idas ao bar.

A história, que dá um nó nos personagens em termos de relacionamento, não é tão interessante, mas isso não parece ser uma preocupação para Resnais. O objetivo da fita não é focar na trama de apenas um personagem ou de uma situação, e sim retratar um conjunto de relacionamentos fracos, contrastantes com a atmosfera de amor parisiense, para a qual há alguns anos foi dedicado o filme Paris, Te Amo (2006).

Charlotte (Sabine Azéma) e Lionel (Pierre Arditi)

Para tanto, a produção, adaptando uma peça teatral de Alan Ayckbourn, manteve o caráter teatral dentro do cinema e utilizou técnicas cinematográficas com símbolos nítidos. A fim de realçar a solidão, muitas vezes a câmera capturou as imagens por cima, tirando a intimidade da cena e dando uma ideia maior de isolamento.

Essa ideia é reforçada por muitos outros artifícios, todos bem pensados: dois ou três atores contracenam de cada vez, nunca os seis aparecem juntos; as cores frias; a trilha sonora não apela para a sentimentalidade; entre os cortes de cena, em diversos momentos cai neve dentro de lugares fechados, o que passa uma ideia de frieza, de distanciamento; em diversas cenas há neve sobre o ombro dos personagens também em lugares fechados.

Gaëlle (Isabelle Carré) e Daniel (Lambert Wilson)

O roteiro, cumprindo também sua função, dá conta de apresentar relacionamentos efêmeros. Acreditando que podia haver um pouco mais de calor no coração, os personagens vão interagindo, mas esses fracos laços também se dissolvem. É óbvio que o filme não tem um desfecho que soluciona todos os problemas, o que seria demasiadamente piegas. É, do início ao fim, um filme triste.

Logo, a questão do baixo envolvimento que o filme provoca no espectador também pode ser entendida como resultado dessas relações distantes e solitárias. Por mais instigante que, pelas suas qualidades, esse filme racionalmente seja, a verdade é que saímos da seção com certa indiferença. Os méritos de Medos Privados em Lugares Públicos são mantidos, mas não justifica toda a poeira que levantou.

Direção: Alain Resnais
País: França/Itália
Ano: 2006

Elenco: Sabine Azéma, Lambert Wilson, André Dussollier, Pierre Arditi, Laura Morante, Isabelle Carré, Claude Rich, Françoise Gillard, Anne Kessler, Roger Mollien, Florence Muller, Michel Vuillermoz
Produção: Bruno Pésery
Roteiro: Jean-Michel Ribes, baseado na peça de Alan Ayckbourn
Fotografia: Eric Gautier
Trilha Sonora: Mark Snow

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: